terça-feira, 20 de janeiro de 2009

António Camilo admite irregularidades em obras particulares

Cerca de 30 inspectores da Polícia Judiciária (PJ) do Direcção Central de Investigação da Corrupção e Criminalidade Económica e Financeira (DCICCEF) estão a realizar buscas na Câmara Municipal de Odemira.
Em causa estão dezenas de processos de licenciamento considerados 'suspeitos'. Trata-se de uma investigação que já vinha sendo desenvolvida pela PJ há alguns meses e que recai sobre o actual e anterior mandato do presidente António Camilo eleito pelo Partido Socialista.
Para além das instalações da câmara, estão também a decorrer buscas em vários domicílios particulares e ateliers de arquitectos.
Suspeita-se dos crimes de corrupção, peculato e abuso de poder.
O presidente do município alentejano de Odemira, António Camilo (PS), admitiu que as buscas realizadas pela Policia Judiciária (PJ) na autarquia podem estar relacionadas com processos de obras particulares.
o
Podem estar relacionadas?
Então podem estar também relacionadas com outra coisa???

6 comentários:

cicuta disse...

http://sao-teotonio.blogspot.com/2008/10/devastao-do-litoral-republicao-da.html

José Espremido Até Ao Tutano disse...

Obrigado pela informação amigo cicuta.

Um abraço.

XICA disse...

Uiiii, só agora?????
Muito mal tratado ficou a criatura!

José Espremido Até Ao Tutano disse...

Deixa ver no que dá.

Piquenina disse...

...em nada claro.. o homem tráz a rosa ao peito eheh

José Espremido Até Ao Tutano disse...

Infelizmente tens razão, Piquenina.

Beijos.

Related Posts with Thumbnails