domingo, 22 de fevereiro de 2009

Ministério Público vai investigar contas do BPN do tio de José Sócrates

O Ministério Público solicitou ao Banco Português de Negócios (BPN) toda a informação sobre as movimentações e transacções das contas do tio de José Sócrates, Júlio Monteiro que prestou ontem declarações no Tribunal de Cascais, como testemunha no âmbito da investigação do processo Freeport.

Segundo notícia avançada hoje pela edição online do Público, Júlio Monteiro tinha off-shores abertas no BPN. Uma delas, com conta numa sucursal no Funchal, mas também no BPN, aberta nas Ilhas Caimão. A outra, com sede no estado americano de Wyoming, passando igualmente pelas Ilhas Caimão.


Recorde-se que o BPN está sob investigação das autoridades portuguesas por fraude, branqueamento de capitais, burla, gestão danosa e fuga ao fisco.

O

Será que o cu tem alguma coisa a ver com as calças???

1 comentários:

Isabel Pedrosa Pires disse...

Nacionalizaram-lhes as dividas com os nossos impostos por causa de tanta trafulhice e agora querem despedir 250 trabalhadores!

Related Posts with Thumbnails