sexta-feira, 29 de maio de 2009

MINAS DE SÃO DOMINGOS VÃO REABRIR???

Vital Moreira disse ontem em Évora que estava em condições de confirmar que iria haver emprego nas minas de São Domingos. “Eu posso confirmar essa notícia”, disse, “dentro de pouco tempo uma centena, duas centenas, três centenas de trabalhadores voltarão a estar activos nas minas de São Domingos”.
Para que se saiba as respectivas minas, situadas no Concelho de Mértola, foram exploradas pela companhia Inglesa Manson and Barry, até 1966, ano de encerramento da mina, após esgotamento do minério.
Neste momento a mina está totalmente submersa, o que, juntamente com o facto de não existir minério para explorar faz com que as palavras do Avô cantigas não passem de mais uma das muitas BARRACAS que têm dado nesta campanha.
Ò minha BESTA as minas de São Domingos neste momento são uma praia…

7 comentários:

Ferroadas disse...

Caro camarada

Este é dos tais que se metem nesta merda (digo eleições) sem saberem o que dizem nem dizerem o que sabem. Sabe lá ele onde ficam as minas de S.Dominhos ou sequer as do Lousal, ou tão pouco as de Aljustrel. São tecnocratas, que nunca cagaram as manitas, nem sequer limparam o suor da testa, sempre viveram na opulência burguesa. Este até teve durante uns tempos um óptimo professor, só que nunca aprendeu.

Abraço

lusibero disse...

Este é dos tais que só sabe meter água e criar impostos, para lhe darem o tal ordenadão de que se fala...

salvoconduto disse...

O home só queria dizer que vão abrir pra banhos...

Intruso disse...

ainda a semana passada lá estive. confirma-se: há muita coisa para fazer lá :)

cicuta disse...

O homem estava a falar em minas submarinas, para o caso da armada espanhola tentar um invasão pelo Guadiana abaixo, não estão a perceber?

BOGA E AXIGÃ disse...

E é isto candidato ao parlamento Europeu, metendo as mãos pelos pés e os pés pelas orelhas.

manelcampos disse...

Passei pelas Minas de S. Domingos e posso dizer o seguinte: Minérios ainda há; temos lá, por exemplo, algum de enxonfre nativo e sulfatos de ferro, cobre e de alumínio no que foi o pólo industrial da Achada do Gamo desta mina. A questão é que os minérios encontram-se tão dispersos e em quantidade já tão reduzida na zona que já não há viabilidade em continuar com a exploração.
Isto para não falar que o ecossistema em torno do sítio mineiro, especiamente na Achada do Gamo e Moitinha, se tornou quase estéril

Related Posts with Thumbnails