quinta-feira, 28 de maio de 2009

Cavaco diz que não interferiu na decisão de Dias Loureiro

Isso sabemos nós, Dias Loureiro demitiu-se para que «não passasse a ideia» de que usava o Conselho de Estado «como uma protecção», justificou o senhor em entrevista à SIC. O ex-conselheiro de Estado quer que o caso BPN se esclareça «o mais depressa possível», por isso comunicou ao Presidente da República que tinha «direito a ser ouvido».
Depois das afirmações do nosso presidente da República das Bananas sobre o seu amigo Dias Loureiro a "voluntária" demissão deste parece tê-lo “aliviado” um pouco. Claro que os argumentos agora utilizados são “PURAS BALELAS”. É assim que se fazem os consertos entre os "grandes"... Tudo parece ficar com um ar limpinho. Foi com estes consertos que apareceu "um salazar" na primeira república das bananas. De comportamentos vergonhosos destes já anda o POVO farto.
Não percam os próximos episódios desta versão dos FEIOS PORCOS E MAUS...

2 comentários:

Maria Ribeiro disse...

POIS NÃO ...José...ele foi fazendo com que o dias loureiro viesse ,um dia, se quisesse, se lhe apetecesse...a ir embora!Digamos que, amigos amigos, alegadas fraudes àparte,eu já não creio em ninguém da classe político-bancária, há muuuuuuitos anos...Os podres vão aparecendo ,a uma velocidade vertiginosa.Mas que o PR não tem saído muito bem ,nas "fotografias", lá isso não.

Isabel Pedrosa Pires disse...

Acreditas? Destapem o Cavaquismo.

Um Abraço.

Related Posts with Thumbnails