sábado, 1 de novembro de 2008

Sócrates considera legítimas as críticas aos atrasos no pagamento às empresas

O primeiro-ministro, José Sócrates, admitiu hoje que as críticas de que o Estado está a pagar tarde às empresas fornecedoras de bens e serviços “são legítimas e pertinentes” no actual cenário de crise financeira.

Só no actual cenário?????

2 comentários:

Samuel disse...

Se pagarem a horas será por especial atenção ao "cenário" e uma vez sem exemplo, não vão as pessoas habituar-se...

José Espremido Até Ao Tutano disse...

O homem não disse que pagava, só disse que as críticas são “são legítimas e pertinentes”.

Related Posts with Thumbnails