terça-feira, 4 de agosto de 2009

JP Sá Couto diz que vai processar a CDU

A fabricante do computador Magalhães vai processar a CDU por causa das acusações feitas por Honório Novo, ontem, de que a empresa desenvolveu uma perseguição a um trabalhador por este ser sindicalizado.
Em comunicado, a JP Sá Couto desmente parte das denúncias do deputado da CDU, Honório Novo, que em conferência de imprensa ontem à tarde acusou a empresa de estar a pagar abaixo da tabela salarial acordado no contrato colectivo de trabalho das indústrias eléctricas, de ter 95 por cento dos trabalhadores com contratos a prazo e de perseguir um trabalhador sindicalizado.

A empresa rejeita tais acusações e recusa “ser usada como artilharia política” notando que “só agora, a menos de dois meses das eleições, se ataca a empresa que produz o Magalhães e se inventam ilegalidades que não existem”.

Um reparo tenho de fazer, a JP Sá Couto ainda não serviu para outra coisa que não fosse “ser usada como artilharia política” do Governo para uma pretensa revolução tecnológica, que não passa de impingirem uma tostadeira a todas as crianças do 1º ciclo, que só usam para jogar um jogo irritante do pinguim, porque o resto são erros e pouco mais.
A JP enche os bolsos e nós somos obrigados a comprar um “computador” que só serve para campanha politica enganosa do governo.

1 comentários:

J.S. Teixeira disse...

Isaltino Morais: 7 anos de prisão. Finalmente fez-se justiça! Vejam algumas comparações no blogue O Flamingo.

Related Posts with Thumbnails